1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Domingo 28 Maio

A "Revista de Marinha" há mais de setenta anos... nº5

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Sexta, 19 Junho 2009 00:00


A edição do número cinco da "Revista de Marinha", referido a trinta e um de Maio de 1937, é dedicada ao "Dia da Marinha", naquele tempo comemorado a três de Maio; a foto da capa é de uma força de Marinha a desfilar em continência perante o Chefe do Estado e na primeira página é apresentada uma nova foto do Marechal Carmona, agora a passar revista ao Corpo de Alunos da Escola Naval. Nas páginas seguintes, fotografias de novo do Presidente da revista5República, do Presidente do Conselho de Ministros, Oliveira Salazar, e do Ministro da Marinha, Ortins de Bettencourt, acompanhadas de legendas (algo exageradas!) de saudação e homenagem. Convém não esquecer a época e o regimen em que então se vivia, bem como a proximidade do então director da revista às forças políticas no poder.

De assinalar um curioso e pouco conhecido artigo do Alm. Gago Coutinho, relativo às "viagens secretas" dos nossos navegadores dos séculos XV e XVI, artigo re-publicado nos dois últimos números (RM948 e RM949) como homenagem àquele ilustre cientista e marinheiro, por ocasião da comemoração do cinquentenário do seu falecimento.

O "Infante D. Henrique" é objecto de um curto artigo de Joaquim Manso, escritor e jornalista, em estilo apologético e de exaltação patriótica, ilustrado com um desenho de Mestre Leopoldo de Almeida.

O C/Alm. Pereira da Silva, amigo de Maurício de Oliveira, com quem já colaborara no passado, inicia a sua escrita na "Revista de Marinha" com o artigo "O Dia da Marinha e a necessidade de propaganda naval", texto que se completa no próximo número. Avisadamente assinala, que o nosso programa naval de 1931 compreendia duas fases, e cada uma destas dois periodos, e que ainda só se tinha executado o primeiro período da primeira fase, e com um atraso de mais de três anos: havia assim que redobrar esforços para materialisar em tempo o programa inicialmente gizado.

A nomeação interina do C/Alm. Mata e Oliveira para Major - General da Armada é noticiada, assim como a promoção a Vice - Almirante, de Castro Ferreira, Magalhães Correia, Tito de Morais, Wills de Araújo e Sousa Dias, e a Contra-Almirante, de Ramalho Ortigão e de Baptista de Barros; assim se procedia a uma renovação quase completa das chefias da Armada.

O Cap-Ten Artur Carmona concluíu neste exemplar o seu artigo "Um ano nos mares de África - o último grande cruzeiro da canhoneira Ibo" em que nos relata as suas estadias na Guiné e em Angola, e também, por ter sido a primeira vez, a escala em Takoradi, na Costa do Ouro.

As cerimónias do "Dia da Marinha" são objecto de extensa reportagem fotográfica, sendo de assinalar a formatura junto do Mosteiro dos Jerónimos de alguns milhares de marinheiros, assim como dos legionários da Brigada Naval.

Numa curiosa sequência de fotos, o então 1º Ten. Adriano Lanhoso mostra-nos como era a vida do recruta de marinha quando da sua incorporação na Armada.

"A Marinha Mercante Nacional - a sua grandiosa obra ao serviço da economia e do Império Colonial Português", é o artigo seguinte, onde se faz uma referência descritiva às companhias de navegação então existentes em Portugal, as "Empresa Insulana de Navegação", "Companhia Nacional de Navegação", Companhia Colonial de Navegação" e "Carregadores Açoreanos", sendo indicada a constituição da frota de cada empresa, bem como alguns quadros com indicação dos movimentos de carga e de passageiros.

Já no fecho da revista, Maurício de Oliveira alerta os seus leitores para a reportagem que irá fazer no número seguinte, relativa à "revista naval" que terá lugar em Spithead, no sul de Inglaterra, por ocasião da coroação do Rei Jorge VI.

Algumas notícias, por fim, relativas à Armada Nacional, nomeadadamente no "movimento de navios", a referência à estadia em Tanger, em comissão, de um contratorpedeiro, o "Vouga", rendendo o "Douro", assim como a partida para Portsmouth do aviso de 1ª classe "Bartolomeu Dias" e a visita a Moçambique de uma divisão naval composta pelos avisos de 2ª classe "Pedro Nunes " e "Gonçalves Zarco".



 

Navios de Cruzeiro

MSC Armoria MSC Sinfonia MSC Lirica Princess-Danae Princess-Daphne MSC Fantasia MSC Opera MSC Melody Athena