1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Sábado 21 Out

As potencialidades do cluster da energia das ondas

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


ENERGIA-DAS-ONDAS-SITEPortugal apresenta uma acentuada dependência energética face ao exterior. Deste cenário surge a necessidade de investir em energias renováveis e optar por um consumo sustentável de energia. Com uma atenção clara sobre os recursos endógenos, a Estratégia Nacional da Martifer Energia para a Energia visa precisamente sugerir alternativas, aproveitando as que melhor se adequam às condições do país, diminuindo as importações de combustíveis fósseis e contribuindo para a redução das emissões de CO2. Além disso, esta estratégia vai de encontro aos compromissos assumidos no protocolo de Quioto e define-se como a resposta às medidas equacionadas no Programa Nacional para as Alterações Climáticas. Quando o Protocolo foi negociado, a ineficiência industrial de Portugal justificou uma autorização do aumento de emissões face aos níveis registados em 1990, contudo, oito anos depois, o nosso país já ultrapassava em cerca de 13% o seu limite de aumento de emissões.

O desafio será, de acordo com a directiva 077/CE/2001, a promoção da energia eléctrica produzida a partir de energias renováveis e a integração dos vários sectores económicos no esforço de redução de emissões, minimizando as interferências na capacidade de criar riqueza.

A Energia das Ondas é uma forma de energia para a qual não existe tecnologia definida, podendo Portugal ser pioneiro no aproveitamento deste recurso natural. Com um recurso energético médio-alto (fluxo médio anual de 30MW/km de frente de onda em águas com profundidade igual ou superior a 50m), Portugal tem um potencial de utilização de energia das ondas correspondente a 250km da costa ocidental, de onde pode resultar uma produção de energia eléctrica para a rede de cerca de 10TWh/ano (cerca de 20% do nosso consumo), o que faz da nossa costa uma das mais apetecíveis a nível mundial.

O Governo tem afirmado interesse em apoiar e cativar o interesse de promotores no desenvolvimento de tecnologias de aproveitamento da energia das ondas em Portugal, tendo aumentado o objectivo para 250MW, através da criação de uma Zona Piloto, localizada ao largo de São Pedro de Moel.

A criação de um cluster para a energia das ondas irá dar uma importante contribuição para o desenvolvimento industrial, tecnológico e económico nacional, através da criação de postos de trabalho, do desenvolvimento de uma indústria e serviços de base tecnológica com grande potencial de exportação, permitindo às empresas posicionarem-se como fornecedoras credíveis de serviços e equipamentos.

CAIXA-ENERGIA-DAS-ONDAS-SIT

 


António Pontes
Sobre o autor:

 

Comentários 

 
#1 2012-10-15 21:54
Muitas vezes quem tem idéias que poderiam tornar-se verdadeiros casos de sucesso, inclusive e em especial nesta área, ou não tem recursos para legalizar e por em pratica, mesmo que experimental ou esbarra com o excesso de burocracia...como muitos dizem, é mais fácil ter subsídios para não produzir do que financiamento para investigar e produzir...
Citação
 

Navios de Cruzeiro

Princess-Daphne Athena MSC Melody Princess-Danae MSC Sinfonia MSC Lirica MSC Opera MSC Armoria MSC Fantasia