1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Terça 26 Set

Consequências da Pirataria no Mar

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


O alastrar de novos actos de Pirataria no Mar originou novos encargos, não só aos armadores mas também aos Estados que se aplicaram no envio de meios navais para assegurar a protecção do tráfego marítimo (como é o caso de Portugal) nas águas do Golfo de Aden. As acções de pirataria recentemente ali praticadas levaram os armadores, para lá de terem de suportar novos aumentos dos seguros dos seus navios, a adoptarem um vasto número de medidas preventivas que igualmente encarecem o transporte marítimo, muito em especial nos navios que cruzam o Oceano Indico, como: a) os navios cruzarem aquele Oceano à máxima velocidade (maiores consumos), b) desviarem-se das rotas habituais (maior número de milhas a percorrer). Estes factores que originaram maiores custos obrigaram os armadores, para já, a aumentarem seus fretes em todos os navios que passem nas águas do Golfo de Aden, o que a breve termo se irá ressentir nos custos do comércio marítimo internacional. (IMO NEWS).

Joaquim Ferreira Da Silva
Sobre o autor:
Capitão da Marinha Mercante

 

Navios de Cruzeiro

MSC Sinfonia MSC Melody Princess-Danae MSC Fantasia Princess-Daphne Athena MSC Armoria MSC Opera MSC Lirica