1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Sexta 17 Nov

Portos Europeus perdem 10% em 2009

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


Até meados do ano de 2008 as administrações dos portos europeus tinham como grande preocupação a congestão dos seus portos e a falta de estruturas para dar resposta ao constante crescimento das cargas movimentadas, em especial as contentorizadas, assim como possuír um número suficiente de equipamentos para satisfazer esse crescimento.
A partir daquela data as empresas armadoras, face à crise que atingiu o sector internacional do transporte marítimo, procuraram reduzir os custos das suas unidades.
Minimizaram as escalas, visitando menos portos. Aceleraram o abatimento dos navios mais pequenos, assim como procuraram, igualmente, acelerar a colocação em serviço, de navios maiores, que com menores tripulações, menos consumo e redução das acções de manutenção, pudessem transportar o mesmo volume de mercadorias.
Estima-se que em 2009 a quebra média das actividades do comércio marítimo nos portos Europeus e em alguns portos do Oriente, assim como no maior porto do mundo -Singapura - tenha sido de cerca de 10% menor do que em 2008. Não há ainda dados precisos que nos possam dizer que em 2010 se irá inverter essa perda. (MERCATOR INTERNATIONAL LONDON).



Joaquim Ferreira Da Silva
Sobre o autor:
Capitão da Marinha Mercante

 

Navios de Cruzeiro

MSC Opera MSC Sinfonia MSC Fantasia Athena Princess-Daphne MSC Lirica MSC Armoria Princess-Danae MSC Melody