1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Domingo 20 Ago

“Sistema Integrado de Avaliação da Estabiulidade de Navios em tempo real”

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


INVENO-ESTABILIDADE-3

Patente de invenção

Actualmente não existe uma solução rigorosa e satisfatória, para a correcção e determinação, em tempo real, das curvas de estabilidade (adornamento vs braço endireitante) consoante a situação da estiva de sólidos e líquidos a bordo e das condições climatéricas que se fazem sentir, das condições em que pode ocorrer o fenómeno da ressonância nos movimentos de oscilação, da reserva de estabilidade disponível e a comparação com os critérios de estabilidade adequados para cada tipo de navio (veleiros, mercantes de carga sólida ou liquida, de passageiros, ou navios de guerra), de modo a facultar aos Comandantes dos navios todos os dados necessários para a preservação da segurança dos navios no porto e no mar, da sua carga e das pessoas a bordo. Também não existe uma "ferramenta de precisão" que possa facultar a previsão satisfatória da estabilidade de navios no mar, antes das navegações, e em função de diversas condições de carga dos navios, conjugadas com vários cenários climatéricos e, assim, estimar o grau de risco de modo a salvaguardar a segurança dos navios a navegar.
A estabilidade dos navios convém ser tratada de forma dinâmica, e preferencialmente, em tempo real.
O mais importante movimento do navio, em termos da sua segurança, é, efectivamente, o balanço transversal, uma vez
que em comparação com o cabeceio, ou mesmo a arfagem, este envolve momentos de restituição, ou endireitantes, muito
menores e muito mais sensíveis a pequenas mudanças na condição de estabilidade inicial.
A altura metacêntrica GM (factor importante para a construção das curvas de estabilidade) e, consequentemente, os braços endireitantes GZ do navio, não possuem valores estáticos quando o navio se encontra a navegar com agitação marítima, porque o raio metacêntrico depende do momento de inércia da área de flutuação e do volume imerso (variáveis principais).
Assim, é essencial, após a recolha da informação referente aos elementos constantes nas curvas de estabilidade iniciais para diferentes condições de carga do navio, das curvas hidrostáticas e de carenas inclinadas, e do arranjo geral da compartimentação (que fazem parte de uma base de dados fixos do sistema), e através da utilização de sensores adequados, efectuar testes preliminares no mar para a determinação do comportamento do navio com diferentes condições de carga e diferentes condições de mar.

 

INVENO-ESTABILIDADE-1

 

INVENO-ESTABILIDADE-2

 

A presente invenção é, essencialmente, do domínio da arquitectura naval, estatística aplicada e resistência dos materiais, conjugados com as ciências das vibrações mecânicas, instrumentação e tratamento de sinais.
A invenção visa particularmente a obtenção de um processo por intermédio de um sistema integrado, com sensores adequados (do navio e exteriores), que avalia as condições de estabilidade transversal e longitudinal de navios, em tempo real, através da obtenção das principais grandezas físicas para o efeito, bem como compara com os critérios de estabilidade estabelecidos para cada tipo de navio. O sistema integrado de avaliação da estabilidade de navios, permite conhecer a estabilidade dos navios, em tempo real, durante os processos de embarque e desembarque de pesos sólidos e líquidos, bem como em caso de avaria (rombos no casco, alagamentos a bordo e deslocação inadvertida de carga devido às condições climatéricas). Este sistema permite, ainda, sugerir medidas de correcção possíveis para melhorar a estabilidade dos navios, como por exemplo a lastragem e/ou a deslastragem de determinados tanques e/ou a sugestão de rumos e de velocidades menos nefastos para a estabilidade dos navios. O sistema permite, também, a simulação e previsão da ocorrência do fenómeno da ressonância nos movimentos de oscilação transversal e longitudinal e o cálculo da estabilidade residual dos navios com diversas condições climatéricas, contribuindo, assim para a prevenção de acidentes no mar, tornando-se desta forma, numa ferramenta importante no apoio à decisão. Durante o processo de embarque/desembarque de pesos sólidos e/ou líquidos, o sistema fornece o valor expedito e aproximado do alquebramento (devido à flexão) do navio de modo a prevenir situações de estiva que possam contribuir para a deformação e/ou o "colapso" futuro da estrutura do navio, quando sujeito a momentos flectores exteriores adicionais apreciáveis, tais como os produzidos por ventos fortes conjugados com a agitação marítima com relevantes amplitudes de onda.

 

INVENO-ESTABILIDADE-4



Milton José Américo
Sobre o autor:

 

Navios de Cruzeiro

Princess-Danae Athena MSC Opera Princess-Daphne MSC Lirica MSC Sinfonia MSC Melody MSC Armoria MSC Fantasia