1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Domingo 25 Jun

Um Navio Escola, um Submarino e um Navio Museu.


NRP Sagres

Aproveitando o início da viagem do Navio-Escola "Sagres", trago aqui o que por muitos anos foi o único modelo de um navioMODEL-2 português disponível para os interessados pela Marinha de Guerra.
Mais uma vez, valho-me do facto de gostar de modelismo desde garoto, época em que me foi oferecido, e pelo facto de o ter guardado.
O modelo do N.E. Sagres foi inicialmente produzido pela marca japonesa Ace (já extinta), foi depois produzido por mais três marcas (Imai, Minicraft e Lee) atravessando várias décadas de produção. Deverá ser destacado o facto de ter sido lançada uma colecção de 14 veleiros que participaram no Bicentennial Program em 1976, para comemoração dos 200 anos dos Estados Unidos da América, da qual esta faz parte.
O modelo, à escala 1/350 está bem reproduzido, com os detalhes particulares que o destacam dos outros navios da mesma classe, também eles reproduzidos, o "Gorch Fock" , "Eagle" e o "Mircea".
Este modelo tem ainda a particularidade de poder ser construído com o casco inteiro ou em linha de água. Partindo do princípio que será construído a velejar, de forma a poder mostrar o velame no seu potencial máximo, será usado o casco inteiro, com o navio ligeiramente adornado, revelando parte das obras vivas e simulando a velocidade máxima.
Os únicos pontos menos favoráveis do modelo são o velame em vac-form (plástico termo formado) que deverá ser substituído por papel ou outro material à escolha do modelista, o erro de impressão na Bandeira Nacional (vem em carmim e em azul índigo!), a falta de guarnição, que hoje em dia pode ser adquirida à parte, produto de outros fabricantes e claro, o "inferno" que é fazer todo o massame, quer o fixo, quer os cabos de laborar, mas no final será o que vai dar mais beleza e detalhe ao modelo. O modelo traz um carreto com linha, mas a linha está fora de escala, deverá ser substituída por outros materiais mais adequados.
Este é um modelo pequeno, com 255 mm de comprimento, correcto, salvo os pontos supra mencionados, e acessível a quem tenha paciência para umas boas horas de construção e pintura, sendo de especial importância a facilidade que é ter referências fotográficas deste navio, com vários artigos e livros publicados, nacionais e estrangeiros, o que permite reproduzir a Sagres em qualquer dos seus períodos e ter um bom resultado.
Embora este modelo esteja descontinuado, é facilmente encontrado em leilões online, no estrangeiro (Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos) por valores bastante acessíveis (entre os cinco e dez euros). Lembre-se sempre dos valores dos portes, caso o adquira noutro continente, pois o barato poderá sair caro...
Se a "Sagres" tem onze meses para realizar a sua viagem, decidi que eu próprio terei esses mesmos onze meses para finalizar este projecto - ou seja, teremos mais uma "Sagres" pelo Natal de 2010!

Submarino da classe Daphné

MODEL-3Lançado pela firma L'Arsenal no final do ano de 2009, foi com grande expectativa que adquiri este modelo à escala 1/400. Após o desaparecido modelo da firma Heller, lançado nos finais da década de 60, permitiria construir qualquer uma das versões desta classe, com decalques para todas as Marinhas que o utilizaram e ainda utilizam, caso da nossa.
Pois se a expectativa era grande, a desilusão foi maior! Embora a forma do casco e da torre estejam correctos, tenha o domo do sonar correcto, não há o menor vestígio de detalhes no casco, convés ou torre, excepção feita às portas dos tubos lança torpedos de vante. Todos terão de ser gravados, tornando o projecto mais demorado e trabalhoso do que deveria ser.
Lanço aqui duas questões que não consegui perceber pelas minhas fotos mais antigas (a preto e branco, ainda com os números pintados a branco), nem está mencionado em nenhum dos livros que tenho, à memória dos nossos leitores mais antigos, que pertenceram à Marinha ou estiveram perto dos nossos submarinos:
- Os números pintados na torre alguma vez foram em vermelho?
- Os submarinos desta classe foram pintados em verde escuro (verde oliva)? Se sim, entre que períodos?
-
Agradeço qualquer esclarecimento que nos possam dar sobre estes dois pontos.

Posso adiantar que este seria o modelo a apresentar neste artigo, com a habitual descrição do trabalho desenvolvido e foto do resultado final... pois posso dizer que fui "torpedeado"!
Ficará certamente para o próximo número.
De qualquer forma, poderei adiantar que é uma boa base de trabalho, trazendo inclusive decalques para o "Cachalote", mas o resultado final será o NRP "Barracuda", o decano dos Daphnés em todo o Mundo.

D. Fernando II e Glória

Para terminar, uma notícia há muito aguardada... Embora seja de um Navio- Museu, finalmente vai ser lançado o modelo da fragata "D. Fernando II e Glória", à escala 1/200, pela firma Revell, da Alemanha, durante o segundo semestre de 2010.
Vamos aguardar e ver o que os ventos nos trazem!

Bons modelos!

MODEL-4


Rui Matos
Sobre o autor:

 

 

logotipo7thk

rebonave01

Economia Mar

enidh new

 

Porto de Aveiro Porto da Figueira da Foz

 

01
02

Venda de RM’s antigas

2273

Descontos

A ENN - Editora Náutica Nacional, Lda. tem vindo a estabelecer contactos com algumas firmas e empresas com o objectivo de obter descontos para os assinantes da "Revista de Marinha"e, em alguns casos, também para os seus leitores.

Ver como AQUI !

Navios de Cruzeiro

Athena MSC Melody Princess-Daphne MSC Fantasia MSC Opera MSC Lirica MSC Sinfonia Princess-Danae MSC Armoria