1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Sábado 21 Out

França confirma privatização das actividades portuárias

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


O governo francês confirmou a sua já anterior decisão de privatização da movimentação das mercadorias (contentores) em nove dos seus principais portos, desde o início de 2010.
Com esta decisão espera triplicar a movimentação de contentores nesses portos até 2015.
A decisão tomada teve em vista aumentar a competitividade no sector, considerando que as instalações portuárias são de elevado custo e de difícil construção e operacionalidade e por tal deverem ser operadas por empresas especializadas no transporte dos contentores.
Os encargos governamentais a que as mercadorias estavam a ser sujeitas naqueles
Portos, estavam a torná-los menos competitivos do que a maior parte dos portos europeus equipados de vastos terminais, já privatizados.
O governo francês espera igualmente com esta decisão que os privados possam criar naqueles portos mais 30 mil postos de trabalhos a eles afins. Contudo, admite que se irá ter uma forte resistência a esta decisão por parte da união dos estivadores, visto que a maior parte do pessoal operando nos portos são empregados do sector público.
Note-se que nos portos de Dunquerque, Havre, Marselha e Fos já operavam privados no sector, mas os seus funcionários estavam a cargo da administração pública francesa. (Financial Times).


Joaquim Ferreira Da Silva
Sobre o autor:
Capitão da Marinha Mercante

 

Navios de Cruzeiro

MSC Fantasia Athena MSC Melody Princess-Daphne Princess-Danae MSC Armoria MSC Lirica MSC Sinfonia MSC Opera