1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Quarta 23 Ago

APORVELA traz para Lisboa prémio Host Port Trophy 2016

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


3773A Aporvela conquistou no passado dia 25 de Novembro, em Halmstad, na Suécia, no âmbito da conferência anual da Sail Training International, o prestigiado Host Port Trophy que visa destacar a cidade de acolhimento de uma Tall Ships Races que mais jovens faz embarcar nos grandes veleiros.

                  No total, a The Tall Ships Races Lisboa 2016 apoiou o embarque de 379 jovens de nacionalidade portuguesa ou residentes em Portugal. Este número aumentou a representação portuguesa em quase 50% em relação à edição de 2012 e torna-se o número mais elevado de jovens alguma vez apoiados por uma cidade organizadora de uma Tall Ships Races, facto que deve merecer a maior atenção, sobretudo num quadro de valorização da “economia azul” e das carreiras profissionais ligadas ao Mar.

                  Este embarque foi realizado em 14 navios, nacionais e estrangeiros (caravela VERA CRUZ, N.T.M. CREOULA, SANTA MARIA MANUELA, SUMMERTIME, HARFANG TWO, SEA LION OF LONDON, 4FUN, STATSRAAD LEMHKHUL, GULDEN LEEUW, ATYLA, CHRISTIAN RADICH, MORGENSTAR, ALEXANDER VON HUMBOLDT II, TOMIDI), sendo ainda de destacar a presença de jovens cadetes da Marinha Portuguesa a bordo dos N.R.P.’s ZARCO e POLAR que não foram contabilizados e de um número ainda maior de tripulantes portugueses que se encontravam acima dos 25 anos, ou eram responsáveis de bordo das respectivas embarcações.

                  A Aporvela, proprietária da caravela VERA CRUZ, fez questão de participar nas etapas Lisboa – Cádiz e Cádiz – Corunha, destacando-se a presença de um grupo de jovens cientistas patrocinados e escolhidos pela organização “Ciência Viva”.

                  A Aporvela solicitou à Marinha Portuguesa o N.T.M. CREOULA para a realização de 4 viagens de treino de mar no âmbito da regatta em3773 01 apreço (Brest-Lisboa, Lisboa-Cádiz, Cádiz-Lisboa e Lisboa-Corunha).Salienta-se também a presença de um grupo de 50 jovens da Escola Náutica Infante Dom Henrique que embarcaram no SANTA MARIA MANUELA, requisitado pela Aporvela.Por fim, destacamos a candidatura e atribuição de fundos para 4 intercâmbios europeus no âmbito do programa Erasmus+ em que participaram 24 jovens, incluindo três jovens invisuais.

                  A Revista de Marinha felicita vivamente a APORVELA por mais um galardão justamente conquistado, fazendo votos para que outros se sigam, a bem de um regresso da nossa juventude aos desportos náuticos e ao mar.

 


 

Navios de Cruzeiro

Athena Princess-Daphne MSC Sinfonia MSC Fantasia MSC Melody MSC Opera MSC Lirica Princess-Danae MSC Armoria