1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Terça 17 Out

A Madeira, as Regiões Ultraperiféricas e o Mar

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


 conhecimento e cooperação para o crescimento azul

                  3961 02A mensagem vídeo do Comissário Europeu Carlos Moedas abriu as “Conferências do Mar 2017”, destacando que ... a economia azul é vital para Portugal e para a Europa.

                  Perante uma sala repleta, no Pestana Casino Park Hotel, presentes toda a linha de decisão politica e representadas ao mais alto nível a Direção Politica da Comissão Europeia nas pastas do “Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas”, e “Investigação, Ciência e Inovação”, todos os organismos do Ministério do Mar, o CEMA, Alm. Silva Ribeiro e a Administração Regional da Madeira, os principais Institutos públicos de Portugal, e entidades e empresas dos quatro arquipélagos da Macaronésia, a saber, Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde.

                  De assinalar a forte presença de Cabo Verde com uma delegação chefiada pelo Embaixador em Lisboa, Eurico Monteiro, que integrava Carlos Évora (economia marítima), Carlos Anjos (turismo), José Pedro Fonseca (UNICV) e Fátima Monteiro (IMAC – Instituto da Macaronésia).

                  Brilhantes intervenções, em algumas das áreas estratégicas e emergentes do domínio da economia azul, como a gestão portuária, o shipping, as energias renováveis, os cabos submarinos, a aquicultura, o conhecimento, a formação, a sustentabilidade, as áreas marinhas protegidas e a riqueza histórica, levaram políticos, gestores, técnicos e especialistas a evidenciar a importância e o potencial desta Região Atlântica.3961 03

                  Excelentes workshops nas áreas dos “Produtos do Mar, Aquicultura e Transformação”, “Energia, Comunicações e Logística” e “Educação e Formação para o Mar”, uma área de exposições muito composta e interessante e um fantástico sunset de degustação do peixe charuteiro de aquacultura, preparado por quatro magníficos Chefs, completaram os dois dias, 10 e 11 de julho, da Conferência no Funchal. Resultado, um enorme sucesso. Consolidaram-se e geraram-se oportunidades. Destes dois dias de excecional participação, surgiram negócios e parcerias concretas. O evento marcou a agenda, e posicionou a Madeira como uma Região que tem de ser ouvida e considerada no contexto do país e da Macaronésia.

                  A Madeira tem a responsabilidade e a obrigação histórica de ser mais interventiva no Atlântico e na economia azul. Essa mudança, que tardava, está a acontecer!


 

Navios de Cruzeiro

MSC Lirica MSC Melody MSC Sinfonia Athena MSC Armoria MSC Opera MSC Fantasia Princess-Daphne Princess-Danae