1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Terça 21 Nov

Festival Náutico do CNH 2017

PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


intensa atividade com 12 modalidades e centenas de participantes

 3985 00

O Festival Náutico da Semana do Mar, promovido e organizado pelo Clube Naval da Horta (CNH), representou 10 dias de intensa e diversificada atividade, repartido por 12 modalidades e vários eventos.

O primeiro dia – 4 de Agosto – foi marcado pela realização da Prova de Natação de Águas Abertas (Porto Pim/Feteira/Porto Pim), como alternativa à Travessia do Canal Pico/Faial, devido ao mau tempo. Esta prova constitui já um cartaz de promoção turística da ilha do Faial e da Região Açores, com a chancela do CNH, o mais dinâmico dos Açores.

O Caldo de Peixe, evocativo de como tudo começou..., a recepção à Regata Internacional de Veleiros Portsmouth / Horta / Portsmouth, em Agosto de 1975, juntou centenas de pessoas.

Várias dezenas de participantes no Festival Náutico desfilaram desde as instalações do Clube até ao Largo do Infante, representando as diversas Secções do CNH.

 3985 01

Na Procissão Marítima da Senhora da Guia estiveram 25 embarcações de pesca e de recreio, tendo o CNH participado com as duas lanchas baleeiras, WALKIRIA e MARIA MANUELA.

 A Prova de Natação do Circuito de Águas Abertas realizou-se pela 4ª vez neste Festival e contou com cerca de 20 nadadores, tendo a mítica Travessia Curta da Doca sido um sucesso, com 57 nadadores na chegada.

 A Prova do Campeonato Regional de Canoagem de Mar contou com canoístas do Faial, Pico, Terceira e São Miguel e com a presença e colaboração do Presidente da Associação Regional de Canoagem dos Açores, prof. Antas de Barros.

 A Demonstração de Windsurf registou a participação de 11 windsurfistas, tendo este evento tido também como objectivo recordar e homenagear o faialense do mundo, João Carlos Fraga, um dos “pais” da Semana do Mar e mentor do Windsurf na ilha.

 3985 02

Mais de 120 velejadores participaram no XII Encontro Internacional de Vela Ligeira, que decorreu nos dias 7, 8 e 9 de Agosto, num total de 150 elementos incluindo Velejadores, Treinadores e Dirigentes. Os atletas, das Classes Optimist, 420, Laser 4.7 e Hansa, vieram de várias ilhas dos Açores e do Continente (Portimão, Cascais, Lisboa, Porto, Viana do Castelo, etc). Destaque para as 2 melhores velejadoras do top 5 em Portugal, Beatriz Gago e Beatriz Cintra, de Portimão, que estiveram em Julho no Mundial, na Tailândia. No 1º dia, as regatas correram bem, mas no 2º e 3º as adversas condições atmosféricas puseram à prova as capacidades dos velejadores. Na Classe Hansa, a grande surpresa foi a vitória de Lício Silva (Classe 2.3), do CNH, que conseguiu ficar em 1º lugar. O Evento de Promoção da Classe Hansa – Vela para pessoas com mobilidade reduzida – permitiu que dezenas de curiosos experimentassem o conforto e a segurança destas embarcações, ideais para quem quer dar os primeiros passos na Vela. Ainda dentro da Vela Ligeira, o “XII Troféu Cidade da Horta” – Escolas de Vela, juntou dezenas de velejadores de algumas ilhas, e a Regata dos Velhotes, para antigos praticantes de vela na Classe Optimist, mostrou que quem sabe nunca esquece.

 As diversas Regatas de Vela de Cruzeiro constituiram excelentes oportunidades para a prática da Vela, tendo proporcionado magníficos cenários no Canal Faial/Pico.

 3985 03

 Os Mini-Veleiros mostraram a perícia dos experimentados praticantes e a Pesca Desportiva de Barco e de Costa reuniu muitos amantes da pesca, em aguerridas competições. Os mais pequenos tiveram, igualmente, a sua Prova Infantil de Pesca de Costa, bastante animada e participada. 

A Regata das Jangadas possibilitou não só a diversão mas também a sensibilização para a necessidade de reutilizar, dando vida a materiais cujo destino era o lixo.

3985 04
 

O Pólo Aquático, sempre muito disputado e com vasta assistência, constituiu um atrativo espectáculo desportivo e de boa disposição, começando logo pelos originais nomes das equipas concorrentes: “A Cabana da Prevenção do Afogamento”, os“Ressacados”,“Que Venha Jantarada” e os “Sharks”.

 3985 05

As Regatas de Botes Baleeiros foram acompanhadas de bom tempo, tendo sido muitíssimo apreciadas e acompanhadas, no mar e em terra. O Canal encheu-se de novos baleeiros (eles e elas), numa verdadeira saga de memória e tradição.

O Troféu de Apneia Dinâmica combarbatanas, que este ano tomou o nome de “Frederic Buyle” em homenagem a este antigo campeão a residir no Faial, deixou em todos a vontade de mergulhar mais fundo.

A Cerimónia de Entrega de Prémios, no dia 12, onde estiveram mais de 400 pessoas, permitiu mostrar bem o empenho e o trabalho depositados na preservação do passado ainda recente, assegurado pela Comissão do Património Baleeiro e pelo entusiasmo e persistente trabalho de muitos organismos, entre os quais o CNH e o seu Presidente, José Decq Mota. O repto lançado ao Director Regional da Cultura, Nuno Lopes, para que estivesse presente – tendo sido aceite – foi bem a prova de que o Governo Regional reconhece a importância deste inolvidável capitulo da história colectiva dos Açores.

3985 06
 

Uma vez mais, o CNH esteve presente na ExpoMar, uma feira de actividades marítimas, aproveitando para promover as muitas iniciativas que organiza ao longo de todo o ano e para captar novos adeptos para a prática das 12 modalidades que dinamiza: Apneia, Botes Baleeiros, Mergulho, Canoagem, Natação, Pesca Desportiva (barco), Pesca Desportiva (costa), Mini-Veleiros, Vela de Cruzeiro, Vela Ligeira, Windsurf e Xadrez.          

O Secretariado destinado a dar informações, programas, resultados de provas, registando inscrições e divulgando as classificações foi, como sempre, um ponto de apoio a este Festival Náutico, só possível graças à colaboração de centenas de Voluntários, Sócios e Amigos.

Foi no decorrer do Festival Náutico que chegou à Horta a Atlantis Cup - Regata da Autonomia, que este ano completou 29 anos. A prova Raínha da Vela nos Açores é organizada pelo CNH e, em 2018, completa 30 anos de vida. É também em 2018 que termina o actual figurino que transformou a Atlantis Cup na regata de todos os açorianos, ao tocar as 9 parcelas arquipelágicas.

Foi um belíssimo Festival Náutico, com grande adesão e participação, sustentáculo e razão de ser da Semana do Mar que, no dizer de muitos, foi a melhor de sempre, aos 42 anos! Sinal de maturidade, a que não é alheio o especial ano em que acontece e que justificou o excepcional investimento no seu programa e na promoção e divulgação da Capital Oceânica do Iatismo, da Cidade-Mar e de uma das mais Belas Baías do Mundo: a Horta, hospitaleira e pioneira.

A Revista de Marinha felicita vivamente o CNH e todos os seus sócios na pessoa de José Decq Mota, Presidente da Direção, por mais um evento que constituiu um sucesso notável, formulando votos para nos próximos anos outros se sucedam, projetando cada vez mais a cidade da Horta e a Ilha do Faial como centro de desportos náuticos.

3985 07
 

 

Fotos de José Macedo

Texto de Cristina Silveira (adaptado)


 

Navios de Cruzeiro

MSC Armoria Princess-Danae MSC Sinfonia MSC Opera MSC Fantasia MSC Melody Princess-Daphne Athena MSC Lirica