Nota do Diretor

Milésima edição da Revista de Marinha

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

 

O nº1000 da Revista de Marinha está nas bancas.

São MIL EDIÇÕES que exigem um número ESPECIAL.
Neste número especial, pretendemos partilhar com os nossos leitores o pensamento de personalidades da vida política e económica nacional.

Decidimos agrupar os artigos em três áreas, “política / estratégia / direito”, “economia do mar” e “náutica de recreio”, antecedidos por uma “introdução”.

Na introdução trazemos três importantes contributos para a História da vossa Revista: “Mil Revistas de Marinha” e “Maurício de Oliveira – nota biográfica”, por Luís Miguel Correia e “In memoriam – Gabriel Lobo Fialho”, pelo Cte. João Carmo Silva.

No tema “política / estratégia / direito”, publicamos doze artigos, entre os quais, “A Pátria honrai, que a Pátria vos contempla”, por Adriano Moreira, “Portugal e a Extensão da Plataforma Continental – Fazer Acontecer o Mar”, por Ana Paula Vitorino, e “Portugal na Nova Descoberta do Mar”, por Nuno Vieira Matias.

O tema “economia do mar” com onze artigos, compreende entre outros a “A Estratégia Nacional para as Energias Renováveis Marinhas”, por António Sarmento, “A Logística em Portugal – desafios e oportunidades”, por Carlos Vasconcelos, “Os portos do futuro”, por Jorge d’Almeida e “Crescimento Azul e Conhecimento Cientifico”, por Ricardo Serrão Santos.

Dos sete artigos do tema “náutica de recreio” destacamos “Escolas ao Mar”, colaboração do Desporto Escolar (Direcção-Geral da Educação), “A Náutica de Recreio como Fator de Desenvolvimento Económico”, por Eduardo de Almeida Faria, “Saltar, surfar, voar, navegar em mar alto, tudo em kitesurf”, por Francisco Lufinha e “A crescente importância do surf em Portugal”, por João de Macedo.

Incluiremos também um editorial (prefácio) e as crónicas “Despacho 100”, “Segurança Marítima”, “Património Marítimo”, “Mergulho” e “Modelismo”.

Na capa, uma lindíssima fotografia dos ilhéus e farol das Formigas, autoria do distinto fotografo açoriano Paulo Henrique Silva, a quem muito agradecemos.

A NÃO PERDER!

 

 

Oficial da Marinha de Guerra. Especializou-se em submarinos, onde navegou cerca de seis anos. Foi representante nacional na NATO para Electronic Warfare e Psychologic Operations. Esteve colocado cerca de sete anos nos Açores onde foi Autoridade Marítima local. Foi colaborador da Revista da Armada, onde ganhou o prémio em 1997.