Desportos Náuticos

A campeã mundial de surf adaptado é portuguesa!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A atleta invisual do Surf Clube de Viana, Marta Paço, sagrou-se no passado dia 11 de dezembro Campeã Mundial de Surf Adaptado na Classe VII, para atletas com deficiência visual.

Marta Paço, Campeã Mundial de Surf Adaptado na Classe VII
Marta Paço, Campeã Mundial de Surf Adaptado na Classe VII

O torneio, International Parasurfing Championship (ISA) realizou-se em Pismo Beach, no estado norte-americano da Califórnia. A atleta Marta Paço conseguiu em duas ondas (8,50 e 7,83) fazer um total de 16,38 pontos que lhe permitiram suplantar a espanhola Carmen Lopez que ficou no 2º lugar com 7,53 pontos e em terceiro lugar a uma grande distância a norte-americana Barbie Pacheco com 2,77.

A atleta vianense dominou em absoluto a prova não deixando margem para dúvidas, conseguindo no final as quatro melhores ondas.

Mais uma vez Marta Paço provou ser uma atleta de alto nível mundial. Em 2018, primeira vez em que participou num certame internacional, obteve uma medalha de bronze, sagrando-se campeã europeia no ano seguinte e agora o título de campeã mundial na sua classe.

Marta Paço e Tiago Prieto
Marta Paço e Tiago Prieto

No final da prova a jovem atleta de 16 anos, afirmou emocionada que a vitória,

é uma sensação de conquista e recompensa»

e transmitiu a vontade de ser «

uma embaixadora do surf adaptado»

com o intuito de cativar mais pessoas a praticar esta modalidade.

Para o presidente da Federação Portuguesa de Surf, João Aranha, Marta Paço é «o melhor talento mundial do ‘parasurfing’ na sua categoria» e enalteceu o trabalho desenvolvido pelos clubes para o crescimento do surf adaptado.

Esta notícia ficaria incompleta se não mencionasse o treinador e «olhos» da atleta, Tiago Prieto, sem o qual Marta Paço não conseguiria atingir esta reputação mundial.

Tiago Prieto e Marta Paço
Tiago Prieto e Marta Paço
Manuel De Oliveira Martins

Manuel de Oliveira Martins, Comandante da Marinha Mercante, chefiou o Departamento de Pilotagem do Porto de Viana do Castelo de 1985 a 2001. Colabora com a Revista de Marinha desde agosto de 2017.

Comentar