Náutica de Recreio

boot Düsseldorf 2018, arranca este sábado

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Durante nove dias, de 20 a 28 de Janeiro, na Alemanha, em Düsseldorf, vai decorrer a boot, uma feira que este ano prevê receber cerca de 250 mil visitantes, provenientes de todo mundo, incluindo mais de 1850 expositores e 2200 jornalistas.

 

Messe Dusseldorf nas margens do Reno (foto Boot Dusseldorf)

Representação portuguesa cresce 37%

Destes, 46 operadores e expositores serão oriundos de Portugal, incluindo três dos Açores e quatro da Madeira, ocupando 354 m² de área útil, o que representa um crescimento da representação nacional em 37%, face ao ano anterior.

A exposição acontece nas instalações da Messe Düsseldorf, nas margens do rio Reno, em vários pavilhões de múltiplas dimensões, que assim estarão distribuídos:

O pavilhão 3 é dedicado ao mergulho e incluí uma área de sensibilização ambiental LOVE YOUR OCEAN,

Montagem do pavilhão Princess Yachts (foto Boot Dusseldorf)

Os barcos a motor, Jetskis e iates a motor estão nos pavilhões 4, 5, 9, 10 e 17. Enquanto que os super-iates podem ser admirados nos pavilhões 6 e 7A.

No pavilhão 8 temos os desportos de ondas, como o surf, kite-surf, standup paddling, wakeboards, entre outros. É também aqui que podemos encontrar THE WAVE, a maior onda indoor do mundo.

 

Nos pavilhões 11 e 12 exibem-se equipamentos e acessórios, que vão desde electrónicos, aos motores fora de borda, passando pelo vestuário especializado e artigos de praia, mas também incluíndo as publicações sobre temas marítimos e outros serviços.

Montagem do pavilhão Beneteau (foto Boot Dusseldorf)

O turismo, que inclui agentes, cruzeiros, clubes de praia, está junto à pesca desportiva, a canoagem e as escolas de náutica de recreio, no pavilhão 13.

E a vela, cruzeiros, cats e multicascos, encontramo-los nos pavilões 15 e 16.

E ainda exitste uma galeria de arte, no pavilhão 7.

São 15 pavilhões no total, recheados de tudo o que uma das maiores feiras internacionais de náutica de recreio e desportos náuticos nos poderá oferecer.

Os bilhetes de um dia custam 18€ e de dois dias 26€. Há também bilhetes de meio-dia e preços reduzidos para estudantes e cidadãos seniores.

Sea of Portugal leva 21 representações de instituições e empresas portuguesas.

A representação conjunta Sea of Portugal vai dar a conhecer algumas das regiões mais emblemáticas de Portugal ao nível da náutica e dos desportos náuticos, com objectivo da internacionalização do turismo náutico.

Este ano a comitiva de 2018 é constituída por 21 representações, entre instituições e empresas portuguesas, que irão estar localizadas em dois dos pavilhões da feira: Pavilhão 3 (Mergulho) e Pavilhão 13 (Turismo Náutico). O Sea of Portugal leva uma representação cada vez mais transversal de Norte a Sul de Portugal, através da promoção de uma vasta oferta nomenadamente: Avistamento de Cetáceos, Cruzeiros no Douro ou ao longo da costa, Eco-resorts, Kitesurf, Mergulho, Surf e Surf Camps, Turismo Náutico (e de Natureza), Windsurf e Yacht Charters.

Da região do Algarve fazem parte desta iniciativa a Câmara Municipal de Vila do Bispo e a FPAS – Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas, que estarão a fazer a promoção do 31th. World Spearfishing Championship 2018 – Sagres, PuraVida Divehouse, Dive School & Accommodation, Santa Bernarda Cruzeiros, SeaXplorer Sagres, Wind4all, Associação de Turismo de Portimão, Marina de Portimão, Marina de Lagos, Ocean Revival e Subnauta.

Do Norte farão parte a Câmara Municipal de Espinho e a Câmara Municipal de Esposende, a BBDOURO, FEELDOURO, FEELVIANA SPORT HOTEL, Kook Proof, Onda Magna e Salt Flow. Já da região de Lisboa estarão a BoatCenter – Serviços e Actividades Náuticas e a Palmayachts.

Joana Schenker na WAVE (foto Sea of Portugal)

Também pelo segundo ano consecutivo, a actual Campeã Mundial APB, Tetra Campeã Europeia e Tetra Campeã Nacional de Bodyboard, Joana Schenker, irá marcar presença, com o patrocínio da Câmara Municipal de Vila do Bispo, neste certame para surfar na THE WAVE.

 

(fontes: Boot Dusseldorf; Sea of Portugal)

Oficial da Marinha de Guerra. Especializou-se em submarinos, onde navegou cerca de seis anos. Foi representante nacional na NATO para Electronic Warfare e Psychologic Operations. Esteve colocado cerca de sete anos nos Açores onde foi Autoridade Marítima local. Em 1997 ganhou o prémio de melhor colaborador da Revista da Armada.