Category

Homenagem

Category

O patrão José de Passos Fontaínhas, que durante 34 anos esteve ligado à causa humanitária dos socorros a náufragos na barra do porto de Viana do Castelo, sendo o patrão que mais tempo desempenhou essas funções neste porto, foi homenageado a título póstumo, numa cerimónia que decorreu no dia 26 de junho, nas instalações da Estação Salva-Vidas, na zona portuária.

José Fontainhas, em dia de cerimónia na ponte alta do ATENTO
José Fontainhas, em dia de cerimónia na ponte alta do ATENTO (foto gentilmente cedida pela família)

A Direção-Geral da Autoridade Marítima esteve representada ao mais alto nível pelo Diretor-geral da Autoridade Marítima, Vice-almirante Sousa Pereira, pelo Sub Diretor-geral da Autoridade Marítima, Comodoro Seuanes e pelo Chefe do Departamento Marítimo do Norte, Capitão-de-mar-e-guerra Cruz Martins, a Câmara Municipal de Viana do Castelo pelo presidente Eng.º José Maria Costa, a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, (APDL) pelo Diretor de Serviços, Comandante José Alves, a capitania pelo atual e ex-capitão do porto. A família também esteve presente bem como ex-camaradas e muitos pescadores que desta forma singela quiseram prestar-lhe homenagem.

Foi lida a ordem do dia da Capitania do Porto de Viana do Castelo com a menção ao louvor pelos serviços prestados pelo homenageado.

Durante a leitura da ordem do dia
As autoridades ouvem a leitura da Ordem do Dia à Capitania. Da esquerda para a direita, o Capitão do Porto, Capitão-de-fragata Sameiro Matias, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Eng. José Maria Costa, o Diretor-geral da Autoridade Marítima, Vice-almirante Sousa Pereira, o Sub Diretor-geral da Autoridade Marítima, Contra-almirante Seuanes e o Chefe do Departamento Marítimo do Norte, Capitão-de-mar-e-guerra Cruz Martins (foto do autor)
A placa descerrada na frontaria da Estação Salva-vidas (foto Pedro Xavier, Radio Geice)
A placa descerrada na frontaria da Estação Salva-vidas (foto Pedro Xavier, Radio Geice)
Os familiares de José Fontaínhas e muitos camaradas estiveram presentes na cerimónia (foto do autor)
Os familiares de José Fontaínhas e muitos camaradas estiveram presentes na cerimónia (foto do autor)

O Sub Diretor-geral da Autoridade Marítima, Contra-almirante Seuanes, teceu algumas considerações sobre o homenageado, realçando que não se deve homenagear só quem é considerado por grandes obras, mas também aqueles que pelo seu trabalho e desempenho de funções com regularidade e exemplo merecem ser homenageados.

Por deliberação superior da Autoridade Marítima Nacional foi atribuída à atual estação o nome «Patrão José de Passos Fontaínhas» e descerrada uma placa em sua homenagem que ficará a perpetuar o seu nome.

O Salva-Vidas ATENTO, da classe VIGILANTE, que está atribuído à ESV de Viana do Castelo. (foto AMN)
O Salva-Vidas ATENTO, da classe VIGILANTE, que está atribuído à ESV de Viana do Castelo. (foto AMN)

Nota da redação: José de Passos Fontainhas, nasceu a 4 de março de 1954 em Monserrate, Viana do Castelo. Foi criado e casado na Ribeira. Viveu do mar e para o mar. Entrou para a Estação Salva-vidas do ISN de Viana do Castelo no dia 20 de fevereiro de 1983, onde prestou serviço sempre com uma grande dedicação e profissionalismo.  Faleceu em 2017, sendo na altura o Patrão que há mais tempo prestava serviço numa Estação Salva-vidas do ISN, a nível nacional.