Category

Portos

Category

Esta é a primeira de quatro fases das obras de reparação e reforço do importante Molhe Norte do porto de Viana.

A intervenção A da Empreitada de Reparação e Reforço do Molhe Norte do Porto de Viana do Castelo, adjudicada em julho de 2019 e iniciada em 2 de setembro de 2019 com a presença da então ministra do Mar Dra. Ana Paulo Vitorino foi concluída em outubro do corrente ano. Os trabalhos a cargo da área da Geotecnia e Reabilitação – Obras Marítimas da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A., foi terminada dentro do prazo e do orçamento previsto.

Enrocamentos da gama 90-120 KN (imagem do autor)
Enrocamentos da gama 90-120 KN (imagem do autor)

A obra, com um custo estimado de 1,7 milhões de euros, compreendia o reforço do talude existente no extradorso do tronco do molhe, com enrocamentos de gama 90-120 KN, com declive 2:1 (H:V); o reforço do talude existente no intradorso do tronco do molhe, com enrocamentos que se encontravam depositados no terrapleno junto ao molhe; reparação do pavimento de betão nas extensões danificadas do coroamento do molhe, importou em 2.1 milhões de euros.

Com 2.170 metros de comprimento, o Molhe Norte – de proteção do Porto de Viana do Castelo – é uma estrutura de taludes galgáveis, que dispõe de um passadiço de betão. (imagem do autor)
Com 2.170 metros de comprimento, o Molhe Norte – de proteção do Porto de Viana do Castelo – é uma estrutura de taludes galgáveis, que dispõe de um passadiço de betão. (imagem do autor)

Fazem ainda parte da Empreitada mais 4 intervenções com um custo estimado de 19,5 milhões de euros, para reforço do molhe, que passam pela substituição e reforço dos atuais doles artificiais e/ou enrocamentos, por outros superiores, de forma a garantir maior segurança aquela importante infraestrutura portuária, cada vez mais relevante do ponto de vista económico para o país.

Vista do molhe de Sul para Norte, após a reparação. (imagem do autor)
Vista do molhe de Sul para Norte, após a reparação. (imagem do autor)

n.r. Recordamos que para além desta importante obra, estão a decorrer mais dois grandes investimentos, a saber, a dragagem do Canal de acesso aos Estaleiros de Viana do Castelo, no valor de 17,4 milhões de euros, e a construção do acesso rodoviário Sul, ao porto comercial, numa extensão de 8,8 kms e num valor de 5,5 milhões de euros.