Património Cultural Marítimo

Dia do Porto de Leixões – Titan, o renascer

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O novo Titan do molhe Sul de Leixões

O novo, velho Titan, regressou finalmente ao local onde sempre esteve, para ser visto e admirado pelos habitantes da cidade de Matosinhos, do Porto, e de outras cidades cuja proximidade poderá motivar as pessoas a um pouco habitual passeio de fim de semana.

Em clara oposição ao que se pensava inicialmente, toda a estrutura metálica que compõe o esqueleto do guindaste foi construída de raiz, devido ao mau estado de conservação em que se encontrava o original. Porém, muitas das peças nas quais se inclui a maquinaria, tais como o sistema de vapor, receberam tratamento adequado, sendo devidamente reinstaladas.

Inauguração Oficial

A inauguração do novo Titan
A inauguração do novo Titan

Para a Administração Portuária, a recuperação subjacente ao projecto “O Renascer”, revelou-se o dever de devolver uma parte importantíssima do património, em função da história, das características e fundamentalmente do trabalho realizado na construção dos molhes.

Para a autarquia, a localização privilegiada do guindaste, repõe no seu devido lugar um dos ex-líbris do município, recuperada que fica a memória paisagística da costa.

A inauguração oficial ocorreu dois dias antes da data prevista, consagrando a 12ª celebração do Dia do Porto de Leixões. Primeiro a imprensa teve oportunidade de visitar o Titan, a quem foram fornecidos detalhados pormenores da sua fulcral e imprescindível utilidade, e durante a tarde foi oficializada a cerimónia da inauguração, presidida pelo Ministro Pedro Nuno Santos, responsável pelas Infraestruturas e Habitação, e ainda pela Presidente do Município de Matosinhos, Drª. Luísa Salgueiro.

A inauguração do novo Titan
A inauguração do novo Titan

Após uma eloquente explicação sobre os trabalhos realizados na construção do Titan, pelo historiador Dr. Joel Cleto, para uma agradável plateia de convidados, usaram da palavra o Presidente da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, a autarca matosinhense e o Ministro Pedro Nuno Santos. Depois de vibrantes e acalorados discursos, as autoridades e convidados tiveram então a oportunidade de visitar o Titan, sendo o projeto de recuperação alvo de rasgado elogios.

A inauguração do novo Titan
A inauguração do novo Titan

Dias 9 e 10 de Outubro – Os dias do Porto de Leixões

Se a iniciativa visava trazer a população à área portuária, propiciando visitas ao Titan e à estação de passageiros, o objectivo foi muito além das melhores expectativas. Durante o dia de sábado foram organizadas visitas guiadas e livres, entre as 14 e as 19 horas, e no Domingo foi ainda alargado o horário das visitas, a partir das 10 horas da manhã, até às 17 horas da tarde.

Dentro de leque das diversas actividades que constavam no programa de sábado, às 15 horas foi inaugurada a Exposição de Fotografia “Sentir… mais do que um porto!”, a que se seguiu a entrega de prémios do referido concurso de fotografias. Meia hora depois, foi também feita a entrega do Prémio Escolar da APDL aos melhores alunos do Concelho de Matosinhos, e pelas 16 horas houve quem se tivesse deliciado com a Orquestra de Jazz de Matosinhos, que preparou para o evento “Uma viagem pelos tempos do jazz”.

Por sua vez no Domingo, foi possível apreciar as exposições “Titan na Arte”, que reuniu obras das coleções da Câmara de Matosinhos e da APDL, e ainda um conjunto de pinturas sob o pretexto “1885/2021-TITAN”, assinadas pelo artista plástico Sobral Centeno. Todos os trabalhos estavam e vão continuar expostos e abertos ao público, fazendo igualmente parte uma colecção de fotografias sobre “O Renascer do Titan”, de Sérgio Jacques, um vídeo de Luis Morais, documentando as diferentes fases da reconstrução do Titan, e ainda, o trabalho “Titan – o Renascer”, que será a partir de agora uma exposição itinerante sobre a história do Titan e a origem do Porto de Leixões.

Como dissemos acima, a quantidade de gente que acorreu durante os dois dias ao cais terminal da estação de passageiros, foi de tal ordem, que os horários das visitas tiveram de ser alargados nos dois dias, e mesmo assim, muitas pessoas que nas filas aguardavam a oportunidade de entrar, viram-se obrigados a adiar a desejada visita para os próximos fins de semana.

——

Nota da Redação:

Acerca do Titan, não deixe de ler o artigo: O “Titan” de Leixões, do mesmo autor.

Reinaldo Delgado

Autor do blog "Navios e Navegadores", é um amante do mar e dos navios, que fotografa com regularidade. Investigador sobre história marítima (marinhas de guerra e de comércio), é colaborador da Revista de Marinha há vários anos, escrevendo principalmente sobre temas relacionados com o norte do país. Durante a sua vida profissional exerceu funções na agência Sofrena - Sociedade de Afretamentos e Navegação, Lda. de Matosinhos, hoje integrada no grupo E.T.E. - Navex

Comentar