Livros

Guiné – Bolama, História e Memórias

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Trata-se de mais uma obra editada no âmbito do Programa “Fim do Império”, até há pouco coordenado pelo Cor. Manuel Barão da Cunha.

O título resume o livro, como o General Alexandre de Sousa Pinto assinala no seu excelente prefácio. E como o autor refere … este é um livro de memórias e afectos. Dedico-o a Bolama, à Guiné e ao nosso país.

Fernando Tabanez Ribeiro nasceu em Coimbra em 1946. Viveu na então Guiné Portuguesa na infância, onde seu Pai estava colocado, e onde fez a escola primária e o 1º ciclo dos liceus, em Bolama e em Teixeira Pinto. Voltou à Metrópole concluindo o ensino secundário e licenciou-se em Engenharia Química. O serviço militar foi cumprido na Guiné, como Oficial Imediato das Lanchas de Fiscalização Grandes CASSIOPEIA e LIRA, de fevereiro de 1972 a outubro de 1973.

O autor traz-nos as suas memórias da juventude em Bolama, uma “cidade” adormecida de cerca de um milhar de habitantes, continentais, cabo-verdianos, naturais de outras partes do Império, como Goa, estrangeiros do Levante (Síria e Líbano) e doutras paragens, e guinéus, de diversas etnias e religiões e em diversos estádios de desenvolvimento sociocultural. Uma sociedade matizada, de funcionários e de comerciantes, algo decadente com a passagem em 1941 da capital para Bissau. As crianças, imunes a esta realidade, brincavam umas com as outras falando muitas vezes entre si em crioulo.

O autor relata-nos as suas vivências a par de interessantes referências a aspetos históricos como a “Questão de Bolama”, o Governador Honório Barreto e, mais próximo, a “pacificação” de Teixeira Pinto, conseguida em quatro campanhas sucessivas, entre 1913 e 1915. Na parte final do livro, encontramos alguns comentários pessoais sobre a evolução do país após a independência, em 1974, que talvez não sejam politicamente corretos, mas que estão fundamentados em factos que só não vê que não quer.

Um livro que li com muito gosto, talvez por ter estado na Guiné em 1974, de meados de fevereiro até ao último dia da presença portuguesa, tendo visitado Bolama mais do que uma vez. Um livro que … tem o dom de despertar recordações a quem passou pela Guiné, como refere Barão da Cunha.

Os meus sinceros parabéns ao autor, à Âncora Editora e ao Programa “Fim do Império”, e para o Cor. Barão da Cunha um forte abraço de amizade.

O livro tem um preço de capa de 15€. Aqui deixamos os contactos da Âncora Editora, tel 21 395 1221, e-mail ancora.editora@ancora-editora.pt,  Av. Infante Santo, nº 52, 3º Esq., 1350-197 Lisboa.

 

(2531)

 

Vice-almirante, licenciado em Ciências Sociais e Políticas (ISCSP, 1972/76). Presentemente, é editor e diretor da "Revista de Marinha" e das “Edições Revista de Marinha”, Presidente da Comissão Consultiva da AESE para a “Economia do Mar”, Vice-Presidente do Conselho Supremo da Sociedade Histórica da Independência de Portugal e Presidente da Direcção da Confraria Marítima de Portugal. É também membro activo da Academia de Marinha, da Cofradia Europea de la Vela, Sociedade de Geografia de Lisboa e da Sociedade Histórica da Independência de Portugal.