Conferências

Importante presença lusófona no Fórum HSBO 2021

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Entre dia 31 de agosto e dia 2 de setembro, na cidade sueca de Gotemburgo, decorre a importante conferência sobre barcos de alta velocidade – HSBO Forum 2021.

Esta conferência internacional, que já se realizou em Portugal em 2015, reúne centenas de especialistas de embarcações de alta velocidade provenientes de mais de 30 países.

Este ano o fórum apresenta quatro oradores de língua portuguesa.

Do programa, destaca-se a intervenção do Contra-almirante Fernando Seuanes, segundo-comandante-geral da Polícia Marítima, que será um dos seis keynote speakers. O CALM Seuanes irá falar logo na manhã do primeiro dia sobre “Operações de controlo de emigração irregular e de combate ao tráfico de droga”, uma área de conhecimento onde a Polícia Marítima tem uma grande experiência.

A firma norueguesa AluVenture Boats trouxe ao HSBO o modelo AluVenture 11000 XE, com a interessante solução Quite Pilothouse (créditos na imagem)
A firma norueguesa AluVenture Boats trouxe o modelo AluVenture 11000 XE, com a interessante solução Quite Pilothouse (créditos na imagem)
Os noruegueses da Hidrolift, touxeram o salva-vidas modelo P42, RS 166 Horn Stayer da Sociedade Norueguesa de Salvamento Marítimo (imagem Dan Ljungsvik, HSBO)
Os noruegueses da Hidrolift, touxeram o salva-vidas modelo P42, RS 166 Horn Stayer da Sociedade Norueguesa de Salvamento Marítimo (imagem Dan Ljungsvik, HSBO)
A Boomeranger, finlandesa, apresentou o Special Operations Boat C-950-D, equipado com uma minigun. (créditos na imagem)
A Boomeranger, finlandesa, apresentou o Special Operations Boat C-950-D, equipado com uma minigun. (créditos na imagem)

Também da parte da Polícia Marítima portuguesa, os conferencistas poderão escutar o Sub-chefe Pedro Jardim, sobre  desenvolvimento e desafios operacionais do mergulho forense, ou seja, das operações de mergulho direcionadas à investigação e resolução de crimes.

Ainda no dia 31 de agosto, da parte da tarde a Prof. Doutora Fátima de Brito Monteiro, de Cabo Verde, investigadora do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, abordará a questão de “Cabo Verde nas relações Norte-Sul no Oceano Atlântico”.

E a fechar o primeiro dia, o Tenente Daniel Marques da Costa, da GNR, irá apresentar a marítima da Unidade de Controlo Costeiro.

O programa da conferência, que pode ser consultado aqui, inclui cerca de trinta oradores, reputados profissionais em áreas técnicas e científicas como operações policiais, operações anfíbias, motores marítimos, engenharia naval, medicina ligada a HST e simulação entre outras.

No cais, frente ao moderno centro de conferências e sala de exposições de Eriksberg, irão estar disponíveis cerca de quarenta dos mais recentes e mais avançados modelos de embarcações de alta velocidade, incluindo o sofisticado Seal Carrier, da empresa britânica James Fisher Defense.

Os fabricantes disponibilizaram embarcações para teste em alto mar. (imagem Dan Ljungsvik, HSBO)
Os fabricantes disponibilizaram embarcações para teste em alto mar. (imagem Dan Ljungsvik, HSBO)
A SEAL CARRIER, da JFD, demonstrando a sua capacidade submersível (créditos na imagem)
A SEAL CARRIER, da JFD, demonstrando a sua capacidade submersível (créditos na imagem)
O NUNYA é um high speed interceptor craft, de 13 metros da United States Marine Inc. (créditos na imagem)
O NUNYA é um high speed interceptor craft, de 13 metros da United States Marine Inc. (créditos na imagem)

Um dos maiores atrativos do Fórum HSBO é a oportunidade da audiência testar estas sofisticadas embarcações apresentados pelos próprios fabricantes, a maior parte disponível para testes de velocidade em águas abertas.

João Gonçalves

Oficial da Armada. Especializou-se em submarinos, onde navegou durante seis anos nos navios da classe ALBACORA. Esteve colocado cerca de sete anos como Capitão do Porto nos Açores. Escreveu para a Revista da Armada e em 1997 ganhou o prémio de melhor colaborador. Está na Revista de Marinha desde 2016 e é diretor-adjunto desde janeiro de 2018.

Comentar