Património Cultural Marítimo

Os navios de assistência à Frota Bacalhoeira

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

É o título de um livro em três tomos da autoria do capitão João David Batel Marques lançado em Viana do Castelo no passado dia 2 de outubro do corrente ano.

A cerimónia do lançamento ocorreu no Teatro Sá de Miranda com a presença do Presidente da Fundação Gil Eannes e Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Sr. Engenheiro José Maria Costa, do vice-presidente da Fundação Comandante João Manuel Lomba da Costa, do vogal da Fundação Engenheiro António Santos Lima, do autor e numeroso público.

Os navios de assistência à Frota Bacalhoeira 16
Chegada a Lisboa do Gil Eannes a 15-11-1955 ao fim da 1.ª viagem

Depois de uma breve resenha da história da Fundação e referência ao autor e à obra feita pelo Comandante Lomba da Costa, seguiu-se a apresentação do livro pelo engenheiro António Santos Lima, uma explanação sinótica da obra pelo autor Capitão João David Marques e por fim o Presidente, Engenheiro José Maria Costa, encerrou a sessão enaltecendo o valioso contributo desta obra para a história da pesca do bacalhau, agradecendo ao autor e a outros capitães os trabalhos já publicados pela Fundação sobre o tema.

Com efeito, e reportando-nos agora à obra em causa, ela é grandiosa e sublime apresentando-nos até â exaustão tudo o que podia ser dito sobre os navios que prestaram assistência nos bancos da Terra Nova e Groenlândia aos tripulantes da frota bacalhoeira.

Chegada da imagem de N. S. Fátima a St. John's
Chegada da imagem de N. S. Fátima a St. John’s

João David Marques que já nos habituou a relatar com rigor os navios, as gentes e as histórias da pesca do bacalhau, com pormenor nunca antes efetuado – veja-se a obra em 4 tomos «A PESCA DO BACALHAU, HISTÓRIA, GENTES E NAVIOS» – anteriormente editada pela Fundação Gil Eannes, apresenta-nos agora mais uma faceta da epopeia do bacalhau, maravilhosamente escrita e enquadrada com todos os pormenores das vivências e ocorrências da assistência.

A obra está gráfica e artisticamente emoldurada pelo design gráfico Rui Carvalho com numerosas fotografias e extratos de textos que a complementam e engrandecem.

É preciso ver para avaliar a natureza e grandeza da obra, por isso, recomendo a aquisição através de

navio@fundacaogileannes.pt.

 

Manuel De Oliveira Martins

Manuel de Oliveira Martins, Comandante da Marinha Mercante, chefiou o Departamento de Pilotagem do Porto de Viana do Castelo de 1985 a 2001. Colabora com a Revista de Marinha desde agosto de 2017.

Comentar