Ciência e Tecnologia

Presidente da República na inauguração da OCEANID

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Conferência Inaugural da Cátedra Jean Monnet sobre “Política Marítima Integrada e Crescimento Azul na UE” decorre na Reitoria da NOVA no próximo dia 20 de março, entre as 9h30 e as 18h00.

Esta é a primeira Cátedra Jean Monnet em toda a União Europeia a tratar das questões do Mar, sendo importante que se localize em Portugal, país para o qual são decisivas as questões ligadas à dimensão marítima.

programa da Conferência irá contar com a presença de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa, a Ministra do Mar e o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

Participam também representantes de várias instituições europeias – Comissão Europeia, Banco Europeu de Investimentos, Comité Económico e Social, Comité das Regiões, entre outros – e representantes de associações empresariais, académicos e investigadores em questões marítimas.

A Cátedra Jean Monnet OCEANID

A Cátedra visa contribuir para uma melhoria do conhecimento marítimo e marinho, na linha da Comunicação da Comissão Europeia COM (2012)494 intitulada “Crescimento Azul, Oportunidades para o Crescimento Marinho e Marítimo Sustentável” . Esta contribuição será implementada quer através da educação académica tradicional e de formação profissional, seja ao sector público (DH da Política Marítima, DG dos Recursos Marinhos, Associação Nacional de Municípios, ex.) seja ao sector privado (Fórum Oceano, Associação Industrial Portuguesa, ex.), para dar apenas exemplos de entidades que apoiaram esta Cátedra. Pretende também criar novas plataformas multidimensionais que promovam as oportunidades de criação de clusters marítimos na economia portuguesa e, no que respeita à escala europeia, novas formas de benchmarking.

Será ainda complementada com projectos de investigação e a organização de duas conferências e três workshops.

 

Filha de Oceano e de Tétis

Ninfas coroadas de flores, elas acompanham, durante os cortejos, a concha de Tétis, sua mãe.

Oceanid-Naiad, mulher-rio, Mosaico greco-romano de Zeugma séc.I/II,  Museu de Arqueologia de Gaziantep, Turquia (foto UNL)

O seu nome presta tributo (tal como na sinfonia de Sibelius) ao facto de que, nas mitologias grega e romana, as “Oceânides” eram as três mil ninfas marinhas, filhas de Oceano e de Tétis. Cada uma era a padroeira de um mar, rio, ilha ou lago, reflectindo assim muitas das características naturais europeias.

O primeiro curso arrancou no passado dia 15 de fevereiro

Economia Marítima Europeia e Crescimento Azul, é o novo curso da Universidade NOVA de Lisboa para estudantes de mestrado e doutoramento interessados numa perspetiva multidisciplinar sobre assuntos marítimos.

Com uma carga letiva de 64 horas e início a partir de 15 de fevereiro, o curso oferece uma análise ampla e aprofundada da economia marítima europeia, os seus setores associados e contextos globais. No final, os alunos terão uma visão única dos fatores transversais que afetam os mares e as suas relações com o planeamento das políticas da UE em termos do meio ambiente, coesão, relações externas e leis.

Revista de Marinha, prof. Dra. Regina Salvador, Cátedra Jean Monet, universidade nova, mar, economia marítima,
A Prof. Catedrática Regina Salvador (imagem UNL)

As aulas são lecionadas pela (*)Professora Regina Salvador, responsável pela Cátedra Jean Monnet, tendo também a participação de especialistas nacionais e internacionais.

O curso, gratuito para os estudantes da Universidade NOVA de Lisboa, está aberto a estudantes de outras instituições.

Para mais informações contactar: jmc.francesca@fcsh.unl.pt 

(*) Regina Salvador é Professora Catedrática com Agregação e Coordenadora do Departamento de Geografia e Planeamento Regional da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas-UNL

Fontes: UNova