Marinha de Guerra

A SAGRES na costa leste dos EUA e Canadá

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

De 24 de maio a 5 julho de 2018, o NRP SAGRES passou pela costa dos Estados Unidos da América e do Canadá, visitando os portos de Filadélfia, Manhattan, Bayonne, Newport, Boston, Halifax e Miami, sob o comando do Capitão-de-fragata António Maurício Camilo.

Esta viagem da SAGRES, planeada por forma a estar no dia 10 de junho nas comemorações do Dia de Portugal em Boston, em apoio da visita de Sua Excelência o Presidente da República, Professor Marcelo Rebelo de Sousa, permitiu conjugar uma multitude de tarefas e levar a cabo diversas iniciativas.

NRP SAGRES, Maurício Camilo, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
O comandante do navio escola SAGRES, capitão de fragata Maurício Camilo (foto MGP)

A primeira, dando resposta ao convite formulado pela Tall Ships America, levou o NRP SAGRES a Filadélfia de 24 a 28 de maio para participar na Tall Ships Challenge. Aqui a SAGRES, o maior veleiro presente no evento, foi a estrela, recebendo milhares de visitantes que se associaram ao evento.

Sendo Filadélfia o primeiro porto após o Dia da Marinha (20 de maio), foi também ocasião para celebrar a efeméride com uma receção oficial a bordo, envolvendo autoridades civis e militares norte-americanas, a comunidade portuguesa, os Adidos Navais e de Defesa de países amigos acreditados em Washington DC e militares portugueses em serviço nos EUA.

NRP SAGRES, Filadélfia, EUA, tallship, grande veleiro, Domingos Fezas Vital
O Embaixador Domingos Fezas Vital fala aos convidados na receção por ocasião do Dia da Marinha (foto do autor)

Esta passagem por Filadélfia, permitiu ainda reforçar a ligação da Marinha com a US Coast Guard, em especial no que toca à troca de informação sobre manutenção de grandes veleiros como o Eagle daquela instituição e irmão gémeo da SAGRES, que recentemente concluiu um programa de extensão de vida, ali perto, em Baltimore.

A presença da SAGRES gerou, como habitualmente, grande interesse por parte de muitos visitantes e em especial da comunidade portuguesa ou luso descendente próxima dos portos visitados nos Estados Unidos e Canadá. Em Portugal, um grupo muito especial de amigos seguia também a par e passo a viagem do navio. Tratava-se do grupo de “Marinheiros da Esperança”, crianças internadas em vários hospitais do Serviço Nacional de Saúde. Mas sobre esta iniciativa falaremos mais adiante.

NRP SAGRES, Filadélfia, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
Fogo de artíficio sobre a ponte Benjamin Franklin, em Filadélfia, pelos Tallships e pelo início do Verão, na noite de 26 de maio. (foto do autor)

De Filadélfia para Manhattan, deu-se início à primeira etapa de uma interessante iniciativa designada “Os Marinheiros da Diáspora”, que permitiu embarcar na SAGRES grupos de jovens para fazerem cada um dos trajetos até Halifax. Esta iniciativa contou com o apoio da rede consular nos EUA e Canadá que fez, junto das comunidades portuguesas, a divulgação e a seleção dos jovens e dos coordenadores que os enquadraram durante os períodos de embarque.

NRP SAGRES, Filadélfia, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
Jovens “Marinheiros da Diáspora” e familiares, reúnem-se a bordo da Sagres antes da partida para o trajeto Filadélfia – Manhattan, no dia 28 de maio (foto do autor)

Em Manhattan, atracou mesmo junto ao porta-aviões museu INTREPID.

A presença da SAGRES, de 30 de maio a 1 de junho, oferecia uma oportunidade extraordinária para promover junto das Nações Unidas a candidatura do Professor António Vitorino à Presidência da Organização Internacional para as Migrações. E, assim, numa receção com a presença do Secretário de Estado da Defesa Nacional (SEDN), Dr. Marcos Perestrello, da Secretária-Geral Adjunta, Amina Mohamen em representação do Secretário-Geral António Guterres, do Representante Permanente de Portugal junto das Nações Unidas, Embaixador Francisco Duarte Lopes e do Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), Almirante Mendes Calado, foi possível receber um alargado grupo de representantes permanentes, de diversos países, daquela organização internacional e passar-lhes a mensagem, por via do discurso proferido pelo SEDN, de um país e de um povo especialmente aptos no estabelecimento de pontes de diálogo, tolerância e cooperação entre todos. O objetivo, como se sabe, foi conseguido. Quanto do sucesso se deveu a esta iniciativa, não se sabe, mas toda a ajuda conta!

Marcos Perestrello, NRP SAGRES, Filadélfia, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
O Secretário de Estado Marcos Perestrello discursa a bordo da Sagres para a comunidade diplomática acreditada junto das Nações Unidas (foto do autor)

Após Manhattan a SAGRES iniciou a sua participação no ambicioso programa do “Mês de Portugal”, levado a cabo durante o mês de junho, com mais de 130 eventos em 60 cidades dos EUA. A SAGRES e os seus marinheiros marcaram presença em eventos realizados em Newark e Bayonne, Newport, Providence, New Bedford e naturalmente em Boston. Além da participação em cerimónias, o navio esteve aberto a visitas, recebeu personalidades relevantes da vida local, deu receções à comunidade e representantes das autoridades civis e militares locais, estaduais e federais recolhendo sempre elogios em todos os momentos, pela apresentação, cordialidade e profissionalismo.

O programa oficial de dia 2 de junho começou com a cerimónia do içar da Bandeira Nacional na City Hall (Câmara Municipal) de Newark, a que se seguiu, na praça Peter Francisco, a inauguração do monumento de homenagem aos veteranos Luso-Americanos que morreram ao serviço dos Estados Unidos da América. A cerimónia, emotiva, relembrou alguns destes veteranos e homenageou-os perante as famílias ali presentes. Cerimónia simples e digna que contou com a participação de um pelotão de militares da SAGRES e de uma banda da Guarda Nacional de Nova Jérsia. Juntaram-se ainda à cerimónia um pelotão da Guarda Nacional e a guarda de honra aos estandartes constituída por agentes do Sheriff de Newark que quiseram assim homenagear um dos seus elementos luso descendente, morto no cumprimento do dever quando destacado no estrangeiro em operações militares.

NRP SAGRES, Newark, portuguese vets monument, SEDN, EUA, marinha portuguesa
Monumento aos veteranos luso-descendentes, na Praça Peter Francisco em Newark, NJ (foto do autor)

Uma representação da SAGRES, liderada pelo respetivo Comandante, marcou presença também na tribuna onde estavam ainda o Mayor da cidade, o SEDN, o Embaixador de Portugal, o Almirante CEMA, o Cônsul-Geral de Portugal em Newark, Dr. Pedro Soares de Oliveira, o Contra-almirante Kevin C Hayes, Reserve Director Maritime Operations, US Pacific Fleet, em representação do Chief of Naval Operations Almirante Richardson, entre outros convidados civis e militares portugueses e americanos.

NRP SAGRES, Newark, portuguese vets monument, SEDN, EUA, marinha portuguesa
O pelotão da Marinha na cerimónia de inauguração do monumento de Newark aos veteranos luso-descendentes (foto MGP)

Terminada a cerimónia, os convidados seguiram para um almoço/receção oferecido pelo SEDN e pelo ALM CEMA, a bordo da SAGRES, em Bayonne, onde o navio se encontrava desde a tarde de 1 de junho, para se aproximar das comunidades lusas de Newark e Elizabeth.

Na madrugada de 3 de junho, a SAGRES largou para mais uma tirada, agora até Newport, Rhode Island, levando a bordo mais um grupo de “Marinheiros da Diáspora”.

O dia 5 de junho nasceu solarengo depois da tempestade que tinha impedido a chegada do navio na véspera. O navio ficou no magnífico cais de Fort Adams e o programa oficial seguiu como planeado, com almoço a bordo, oferecido pelo Adido de Defesa e pelo Comandante para um número restrito de representantes de autoridades e da comunidade portuguesa locais. No dia 6 de junho decorreu no Brenton Point State Park, junto do monumento de homenagem aos Descobrimentos Portugueses, uma cerimónia de deposição de coroa de flores, com a participação de elementos da guarnição. No mesmo dia, por ocasião da inauguração da exposição de arte contemporânea no Rhode Island School of Design (RISD) houve uma receção a bordo oferecida pelo Embaixador de Portugal nos EUA e pelo Comandante do navio.

NRP SAGRES, Newport RI, portuguese vets monument, SEDN, EUA, marinha portuguesa
O presidente da Portuguese Discovery Monument Foundation, Dr. Robert M Silva, discursando na cerimónia de deposição duma coroa de flores no monumento aos Descobrimentos Portugueses, em Brenton Point. (foto do autor)

De 7 a 9 de junho navegou até Boston, a tempo de marcar presença dia 10, ao final de tarde, na Praça do Município (City Hall), onde uma multidão de portugueses e luso-descendentes aguardava a chegada do Presidente da República e do Primeiro-Ministro e respetivas comitivas, vindos diretamente dos Açores para se juntarem às festividades do Dia de Portugal nesta cidade.

NRP SAGRES, Newport RI, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
Largando de Newport, no dia 7 de junho (foto do autor)

Com a chegada das comitivas assistiu-se a uma onda de entusiasmo entre a comunidade, que procurava acercar-se. Os discursos vieram e a Bandeira Nacional foi içada enquanto se ouvia o hino. Terminada a cerimónia, a comitiva partiu apressada para Providence onde a comunidade lusa ali reunida aguardava a chegada do Presidente da República para dar início aos festejos, que se prolongaram pela noite.

No dia 11 de junho, a SAGRES recebeu o Presidente com as tradicionais honras da “Ordenança”, com pessoal estendido ao longo do navio e nas vergas para gritar o “VIVÓ”.

Seguiu-se a assinatura de diversos protocolos entre universidades portuguesas e norte-americanas e a cerimónia de condecoração de algumas personalidades da comunidade pelo Presidente.

NRP SAGRES, Boston MA, portuguese vets monument, SEDN, EUA, marinha portuguesa, Presidente da República, Marcelo
O Presidente da República entra a bordo, em Boston. (foto do autor)

No decurso do almoço/receção surgiu a ocasião para homenagear as crianças hospitalizadas nas pediatrias do Serviço Nacional de Saúde, com uma foto de grupo com o Presidente da República, o Almirante CEMGFA, o Vice-Almirante VCEMA e o Comandante do navio, cada um com um exemplar do livro “Marinheiros da Esperança”. Este livro, da iniciativa do Almirante Silva Ribeiro, enquanto Chefe de Estado-Maior da Armada (CEMA), foi lançado a pensar naquelas crianças, presas a camas de hospital, procurando dar-lhes ânimo e motivação para sonhar e ter esperança. O livro, levado a bordo da SAGRES, foi sendo fotografado em diversos eventos e as fotos enviadas para a página de Facebook dos “Marinheiros da Esperança”, alimentando assim a imaginação dos pequenos e a sua produção criativa de pinturas e mensagens.

A comitiva do Presidente seguiu depois para New Bedford, para visitar o Museu da Baleia e dali para o aeroporto de Boston para regressar a Portugal.

No dia 12 de junho decorreu a bordo da SAGRES o Dia da Defesa Nacional, evento que visou dar aos jovens portugueses e luso-americanos que atingiram a maioridade a oportunidade de cumprirem o seu dever mesmo longe do País e ganharem uma noção dos deveres e direitos dos cidadãos no que respeita à Defesa Nacional e às Forças Armadas. Na ocasião o Ministro da Defesa Nacional, Dr. Azeredo Lopes dirigiu umas breves palavras aos jovens e respetivas famílias, seguindo-se um conjunto de atividades ilustrativas da vida militar e mais concretamente da vida de um marinheiro a bordo da SAGRES.

Depois de mais algumas iniciativas realizadas a bordo em apoio de indústrias nacionais que se associaram a esta viagem do navio, o navio largou dia 14 de junho rumo a Halifax, Nova Escócia no Canadá, onde no dia 17 de junho pelas 08:00 locais fez a entrada com as tradicionais salvas de artilharia sendo recebida com pompa pela Stadacona Band of the Royal Canadian Navy, a banda da Marinha Real Canadiana. Certamente a melhor receção nesta viagem pela costa leste da América do Norte e um final em grande para o último grupo de “Marinheiros da Diáspora”.

NRP SAGRES, Halifax, Stadacona Band of the Royal Canadian Navy, portuguese vets monument, S, Canada, marinha portuguesa
A Stadacona Band of the Royal Canadian Navy, tocando no cais de Halifax (foto do autor)

A comunidade portuguesa e as autoridades civis e militares locais, foram envolvidas nos eventos oficiais a bordo, a convite do Encarregado de Negócios da Embaixada de Portugal em Otava, Dr. Paulo Costa e do Comandante Camilo. Houve ainda oportunidade para um intercâmbio de visitas com o Tall Ship BLUENOSE II (também presente em Halifax) e para eventos desportivos com a Royal Canadian Navy, que mostrou ser uma grande anfitriã no apoio que concedeu ao navio. No dia 20 de junho, o navio largou, tendo passado frente à baixa de Halifax, fazendo as despedidas e iniciando uma tirada de 11 dias até Miami.

De 1 a 5 de julho, o navio realizou, em Miami, a última escala nos Estados Unidos, com o objetivo principal de embarcar os cadetes da Escola Naval e de outras Marinhas amigas que, libertos finalmente das aulas e dos exames, aqui iniciaram a sua tradicional viagem de instrução.

NRP SAGRES, Miami beach, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
Fundeada frente a Miami beach, na noite de 30 de junho (foto do autor)

O programa do navio incluiu os já tradicionais eventos oficiais, aqui por ocasião do Dia da Independência dos Estados Unidos, desta feita a convite do Embaixador de Portugal nos EUA, Embaixador Domingos Fezas Vital e do Comandante do navio. As visitas também não faltaram, tendo o navio beneficiado da excelente visibilidade da localização no cais do Museum Park Baywalk.

No decurso desta missão, o NRP SAGRES contribuiu ativamente para a divulgação de uma imagem muito positiva da Marinha, das Forças Armadas e de Portugal junto de comunidades e autoridades, nacionais e estrangeiras, nos Estados Unidos e Canadá e ainda nas Nações Unidas. A SAGRES trouxe um pouco de Portugal às comunidades de portugueses e seus descendentes que a visitaram e a seguiram nas redes sociais, divulgou as indústrias nacionais, dando a conhecer o país e os nossos produtos. Apoiou à distância as crianças que, nas pediatrias do SNS, viam o navio como uma janela para o mundo e recebiam, encantadas, as manifestações de carinho que lhes chegavam de onde quer que o navio estivesse. Uma missão de diplomacia naval coroada de sucesso nesta etapa norte-americana, de uma viagem que seguiu depois para as Caraíbas, antes do regresso a Portugal.

NRP SAGREMiami, EUA, tallship, grande veleiro, vela, guanabara, Albert Leo Schlageter, Blohm&Voss, marinha portuguesa, navio escola, sail training, training vessel,
Um corvo de Miami, pousado numa verga (foto do autor)

N.R. – Depois da visita aos E.U.A. e Canadá, o navio navegou até Willemstad, capital da ilha de Curaçao, onde iniciou a sua participação no evento náutico de grandes veleiros “Velas Latinoamérica Curazao 2018″. Ali permaneceu de 15 a 19 de julho. No âmbito do mesmo evento, escalou também Cartagena das Índias, na Colômbia e, a 26 de julho largou para a travessia atlântica, até aos Açores, onde chegou a 16 de agosto.

A Grande Viagem da SAGRES de 2018, terminou no dia 29 de agosto, quando atracou na Base Naval de Lisboa, para trás ficaram mais de quatro meses de viagem, iniciada quando o navio-escola largou de Lisboa a 27 de Abril.

 

(*) O N.R.P. (Navio da República Portuguesa) SAGRES é coloquialmente referido no feminino – a SAGRES – por ser uma barca. A designação Barca, está relacionada com o conjunto de mastros e tipos de pano (velas) que dispõe.

Oficial da Marinha de Guerra Portuguesa, é presentemente o Adido de Defesa junto da Embaixada de Portugal em Washington DC, EUA (residente) e em Otava, Canadá

1 Comentário

  1. Artur Manuel Pires Responder

    Excelente artigo. Os meus parabéns ao Sr. Comandante Galrito.
    É sempre com enorme satisfação e orgulho, que habitualmente recebemos A Sagres, em Setúbal, por ocasião da Semana do Mar.

    Cordialmente, Artur Manuel Pires