Escaparate

Um olhar sobre o Mundo, em rota de circum-navegação

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

No dia 9 de dezembro de 1909 o cruzador da Marinha Portuguesa SÃO GABRIEL saiu a barra do Tejo encetando a primeira viagem de circum-navegação efectuada por um navio português que, seguindo a rota de Magalhães, só voltou a entrar em Lisboa em Abril de 1911. Largou como o pavilhão Azul e Branco da Monarquia e entrou com o Verde-Rubro da República. O Comandante, o Capitão-de-Fragata António Jervis de Athouguia Pinto Basto, embarcou os aspirantes de marinha que, para além das tarefas de rotina de bordo que lhes foram atribuídas, foram encarregues de efectuar, ao longo da viagem, apresentações sobre diversos temas, entre outros, a caracterização geográfica dos diversos países ou colónias aportadas e da sua história, importante em termos geopolíticos à época.

O cruzador S. GABRIEL atracado em Honolulu, a 11 de maio de 1910 (imagem do Cmdt. Pinto Basto)
O cruzador S. GABRIEL atracado em Honolulu, a 11 de maio de 1910 (imagem do Cmdt. Pinto Basto)

No fim da viagem o Comandante Pinto Basto escreveu e editou um livro com o relato pormenorizado da longa missão que completou com êxito apesar das muitas vicissitudes que tiveram de vencer, e cuidou de oferecer aos elementos da sua guarnição exemplares devidamente dedicados e autografados. Um destes exemplares herdou-o uma neta de um dos elementos que integrou essa longa viagem e, com base no livro do espólio do seu avô, fez-se autora deste interessantíssimo título, já editado e que espera na “linha de partida” para ser lançado, aguardando o “sinal de largada” para uma apresentação condigna logo que a pandemia assim o permita.

Põe o relato na voz de um dos aspirantes que vai passando ao longo do livro intercalando o que foram períodos de navegação, aportagens e largadas em diversos portos e países visitados, com análises do seu contexto internacional à época quando se viveram transformações radicais, tanto a nível interno do nosso País, como no contexto global internacional do neocolonialismo que condicionou os interesses de Portugal no mundo. Um livro a não perder!

Manuela Marinho Falcão com a sua obra "Um olhar sobre o Mundo"
Manuela Marinho Falcão com a sua obra “Um olhar sobre o Mundo”

A Dr.ª Maria Manuela Gil Almeida Carrapato Marinho Falcão, nasceu em outubro de 1947, na cidade de Faro e viveu a juventude em Luanda. Licenciada em Química e Doutorada em Ciências do Mar-Oceanografia, desempenhou funções de Investigadora no âmbito da Química de Ambiente Marinho no IPIMAR, Instituto de Português de Investigação Marítima.

À autora, Dra. Manuela Marinho Falcão, a Revista de Marinha endereça calorosas felicitações por este seu tão interessante trabalho.

Esta obra, uma edição de autor, tem o custo de 18€ e poderá ser adquirida nas livrarias online Bertrand, Wook e Amazon, existindo também uma versão e-book, mais barata. Aos interessados indica-se o contacto e-mail da autora  manuelamfalcao@sapo.pt.

(Colaboração do Cmdt. Pereira da Costa)

Luís Pereira da Costa

Oficial da Marinha de Guerra na situação de reforma, cumpriu várias comissões no Ultramar, nomeadamente em Angola e Macau. No total esteve mais de sete anos embarcado, tendo comandado dois navios patrulha, e em terra, entre outras funções, destacou-se como professor na Escola Naval. Na vida civil desenvolveu actividade proffisional no âmbito da Gestão dos Riscos de Operação e da Qualidade das empresas e da Formação Náutica

Comentar